domingo, 20 de março de 2011

Arrisque-se


Certa vez, vindo eu de carona com um colega de trabalho ele me falou uma frase que a princípio causou-me certa repulsa, só que em seguida fez com que analisasse sua essência e retesse o que era bom. Disse que todos nós temos que viver intensamente e isso significava colocar “chifres” e levar também, ficar com um monte em uma noite só, encher a cara... Arriscar!Viver... É, se você é do tipo conservador pode sim ir contrário a toda essa teoria tecendo críticas infinitas a isso tudo. Longe de mim concordar com a traição ou com qualquer procedimento desvairado de se levar a vida. Mas, partindo deste pré-suposto dá-se para levar alguns ensinamentos para a vida.
O ser humano de modo geral tem certa dificuldade de lidar com os erros e as perdas. Por isso, deixam de usufruir de diversos prazeres provenientes de conquistas simplesmente pelo medo de ousarem e não obterem êxito no que se propuseram a fazer. Arriscar-se implica em ir além do conhecido correndo riscos. Para alcançar aquilo que tanto deseja vale tudo. Desde que, não quebre seus princípios. Claro que por sermos dotados da capacidade de raciocinar, temos que identificar todas as consequências que poderão vir através das escolhas realizadas. Mas, antes de qualquer coisa não deixe de viver simplesmente pelo medo de perder. Perdas fazem parte da vida e muitas das vezes tendem a nos acrescentar mais que as conquistas. É louco por aquela linda mulher que é dona dos seus sonhos? Declare-se! Está com medo de sair daquela zona de conforto que vive ha anos? Ouse mesmo assim! A pior frustração é a oriunda daquilo que sonhamos e simplesmente por covardia nos privamos de viver. Permita-se experimentar coisas novas. Inove! Passe por outros caminhos, relacione-se com pessoas novas, vá a lugares diferentes. Isso te fará alguém mais interessante.
Deixe de achar que você é um super-herói e que por isso tem que ser o melhor em tudo e acertar sempre. Errar pode até ser engraçado sabia? Evidencie suas qualidades, mas não esconda os defeitos. Eles também fazem parte de você e pode ter certeza de uma coisa: Nada é por acaso. Até o fato de você não ser perfeito. Quebre a “cara” se preciso for. Mas, não faça disso um hábito e sim, uma experiência de vida.
Portanto, viva de forma simples, sem dar aos pesos já existentes volume maior. Ignorar os efeitos colaterais não é prudente, mas deixar de agir pensando neles é bem pior. Se essa fosse a prioridade, os remédios seriam descartados. Vale lembrar que existem valores intocáveis e que a inversão destes poderão trazer efeitos gravíssimos tanto para nossa vida social quanto a nossa consciência. Aquilo que te prende, é o que te mata. Fomos feitos para sermos livres e alcançar tudo que sonhamos e desejamos desta vida.

3 comentários:

Rayane Domingues disse...

Nossa! Parece até que você escreveu parte desse texto pensando em mim, né amiga?! "Arriscar-se", como eu queria ter coragem de fazer isso; às vezes penso como minha vida poderia mudar se eu tivesse coragem de tomar certas decisões. Amiga, esse texto ficou ótimo, faz com que a gente pense em se arriscar mais...
Beijo

Romano George S disse...

Muito inteligente o texto! E realmente nos faz pensar como certas atitudes... certas mundanças, às vezes mínimas, que fazemos em nossas vidas podem nos transformar!! Ralmente muito inteligente!
Bjo do MEU TAMANHO

fany disse...

Muito interessante esse texto,pois ele retrata a vontade da maioria das pessoas,que na vida deixam de agir e serem felizes por conta de seus medos,em principal de se arriscar atrás de um sonho,um objetivo,enfim do que lhes é importante, mas claro que dentro de seus princípios,mas é isso ai,a vida é feita de escolhas,então escolha se arriscar e não deixe simplesmente a vida passar....thabata seu texto é inteligente e cheio de conteúdo para a reflexão do ser humano em relação a viver a vida com coragem.bjs